Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Covas aciona Justiça contra Tatto por vídeo sobre ‘ração humana’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A campanha pela reeleição do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), acionou a Justiça para a retirada do ar de um vídeo exibido pela campanha de Jilmar Tatto (PT) no qual mostra um apresentador de TV falando da chamada “ração humana”, uma ideia de 2017 do então prefeito João Doria (PSDB) para combater a desnutrição.

O produto era uma espécie de farinha feita a partir de vários alimentos perto da validade que seriam incinerados por produtores e supermercados. Doria se viu obrigado a abandonar o plano após ser duramente criticado por setores da saúde de todo País.

O vídeo da “ração humana” foi veiculado pela campanha petista durante quatro dias até segunda passada, 19. Até esta tarde de sexta, 23, a Justiça ainda não se manifestou, mas a equipe de Tatto decidiu retirar a gravação do ar.

Segundo pesquisa Datafolha divulgada na noite de ontem, 22, Covas passou de 21 para 23% nas intenções de voto e, Tatto, de 1% para 4% em relação ao levantamento divulgado no dia 8 de outubro.

Reprodução