Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Covas faz campanha com Marta, mas nega convite para secretariado

Equipe BR Político

Bruno Covas (PSDB) fez campanha de rua na cidade pela primeira vez neste sábado acompanhado da ex-prefeita Marta Suplicy. Marta, de 75 anos, foi à zona sul de São Paulo juntamente com o prefeito tucano e percorreu as ruas numa carreata dentro de uma caminhonete blindada com vidros, por conta da covid-19.

O expediente copiou solução semelhante usada por Guilherme Boulos, adversário do prefeito, no primeiro turno como forma de ter sua vice, Luiza Erundina, de 85 anos, a seu lado nas ruas.

Marta é muito popular na periferia, e sua presença visa tentar neutralizar o crescimento de Boulos nesses bairros e o impacto da criação de uma frente de esquerda em torno do candidato do PSOL.  A ex-petista também apareceu no primeiro programa de TV de Covas no segundo turno.

Neste sábado, ela chegou a discursar de dentro da caminhonete envidraçada, acompanhada do marido, Márcio Toledo. Ela também dançou e acenou para eleitores ao longo do percurso, que Covas fez a pé.

Marta desfila em caminhonete envidraçada. Foto: Felipe Rau/Estadão

O prefeito tem negado que Marta já tenha vaga assegurada em seu secretariado caso seja reeleito no dia 29. Nos últimos dias, ele causou polêmica ao se comprometer com a criação da “lava jato paulistana” e dizer que a deputada Joice Hasselmann, que fez a proposta, será chamada para implementá-la — embora não tenha ficado claro como ela iria funcionar.

Nas redes sociais, diante da aliança de segundo turno adversários do tucano replicaram o momento do debate da TV Cultura em que Joice cantou uma musiquinha: “Hey, prefeito, vá tomar vergonha”, ao criticá-lo por ser omisso e fraco em sua gestão.

Já a presença de Marta vem desde o início da campanha, e foi um gesto de retribuição dela a apoio dado por Mário Covas a sua candidatura a prefeita em 2000, contra Paulo Maluf.