Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Covid-19: Novas restrições de circulação na Inglaterra atingem o Natal

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Após a revelação de que há uma variante do novo coronavírus circulando pela Inglaterra, o primeiro-ministro inglês, Boris Johnson, anunciou neste sábado, 19, que Londres, o sul e o sudeste do país adotarão novo lockdown a partir de amanhã para tentar conter um aumento do contágio pela covid-19. Com a medida, as comemorações de Natal nas regiões serão canceladas.

O premiê britânico Boris Johnson Foto: Andrew Parsons/10 Downing Street via AFP

Apenas as famílias que vivem fora desta área terão agora permissão para se reunir no Natal na Inglaterra, e apenas no dia 25, com viagens de longa distância desencorajadas. “É com o coração apertado que devo dizer que não podemos continuar com o Natal como planejado”, disse o premiê, insistindo que não havia alternativa.

Sob as novas regras, o comércio não essencial e as academias terão de permanecer fechados.

Segundo Johnson, as novas restrições são equivalentes ao lockdown imposto em novembro e durarão duas semanas. O governo britânico reavaliará a situação no dia 30 de dezembro.

“Parece que essa propagação está alimentada por uma nova variante do vírus”, que é transmitido “muito mais facilmente”, declarou o primeiro-ministro em uma entrevista coletiva. “Pode ser até 70% mais transmissível do que a variante antiga”, disse Johnson. “Nada indica que seja mais letal ou que cause uma forma mais grave da doença” ou que reduza a eficácia das vacinas, reiterou o premiê.

No último dia 8 de dezembro, o Reino Unido foi o primeiro país do mundo a iniciar a vacinação contra a covid-19.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

NatalInglaterralockdownCovid-19