Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Covid: 53% afirmam que Brasil não fez suficiente para evitar mortes, aponta Datafolha

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A maioria dos brasileiros acredita que o governo federal não fez o suficiente para evitar as mais de 181 mortes pela covid-19 registradas no País. De acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira, 14, para 53% dos entrevistados, o Brasil não fez o que era preciso para evitar os óbitos. O restante que pensa que nada que o País fizesse evitaria esse número fica em 22%, mesmo porcentual dos que pensam que o Brasil tomou as atitudes necessárias para evitá-lo.

Foto: Evaristo Sá / AFP

Mesmo com as negligências do presidente Jair Bolsonaro desde o início da pandemia de covid-19, a maioria da população isenta o chefe do Planalto de responsabilidade pelas mortes.

Segundo o levantamento, entre agosto e dezembro, cresceu de 47% para 52% o número de entrevistados que dizem que Bolsonaro não tem nenhuma culpa pelas mortes. Outros 38% disseram crer que o presidente é um dos culpados, mas não o principal, e 8% afirmaram que ele é o principal culpado pelas mortes.

Sobre a avaliação da condução do enfrentamento à pandemia pelo presidente, 42% avaliam como ruim ou péssima a atuação de Bolsonaro, já 27% veem as ações do presidente como regulares, e 30% avaliam como ótimas ou boas.

Hoje, o Brasil é o segundo país do mundo em número de mortes, atrás apenas dos EUA.