Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Crescimento da economia já pode ser maior este ano

Marcelo de Moraes

O relatório Focus do Banco Central de ontem apontou o crescimento da previsão do PIB para 2019. O número de 0,92% ainda parece modesto e é. Mas dentro do governo já há vários sinais de que essa marca poderá até superar 1% no fim do ano e – mais importante – estabelecer bases para um crescimento bem acima da atual estagnação.

Nas últimas semanas, foi o terceiro crescimento seguido da estimativa do PIB para 2019, uma vez que ela estava em 0,87% até o mês passado. Alguns setores da economia têm se recuperado mais rápido do que se imaginava, como é o caso do ramo imobiliário, serviços e mineração. Já a produção industrial ainda está abaixo do que se imaginava. Se conseguir reagir em breve – e isso é difícil -, o cenário se torna mais favorável ainda.

Resta ver quanto as turbulências causadas pelo próprio presidente Jair Bolsonaro e seu clã político permitirão que essa previsão de crescimento se concretize. E justamente num momento em que a equipe econômica encaminha ao Congresso sua agenda de propostas pós-reforma da Previdência, ampliando as discussões sobre reforma administrativa, privatizações e desengessamento da máquina pública.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Crescimento do PIB