Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Crise da Lava Jato pode incendiar debate da votação do PLN4

Marcelo de Moraes

A discussão sobre o vazamento das mensagens privadas entre o ministro Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol deve incendiar amanhã o ambiente de discussão dentro da Comissão de Orçamento. É lá que o governo pretende aprovar o PLN4, que autoriza um crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões para custear programas como Bolsa Família, BPC e Plano Safra, entre outros. A votação, que precisa ser concluída no plenário até o dia 15 ou não haverá dinheiro para esses programas, tem sido obstruída pelos partidos de oposição, liderados pelo PT. E, apesar da possibilidade real de prejudicarem a liberação de recursos para grupos vulneráveis, a oposição transformou a manobra num movimento político contra o governo Bolsonaro.

Com a explosão da crise da Lava Jato, neste domingo, a oposição deve usar a sessão da Comissão de Orçamento para pedir a cabeça de Sérgio Moro e defender a libertação do ex-presidente Lula. E, claro, atrasar novamente a aprovação do crédito. Os governistas, pelo seu lado, devem sair em defesa do ministro e já acusam a oposição de fazer uso político da votação sem se preocupar com as consequências desse ato para as pessoas que dependem desses programas. Com os ânimos acirrados dos dois lados, a sessão, marcada para às 11 horas, deverá ser feita em alta temperatura. /Marcelo de Moraes

Tudo o que sabemos sobre:

PLN 4MoroLava Jatocrédito suplementar