Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Crivella aproveita ausência de Paes e faz aceno ao bolsonarismo

Mario Vitor Rodrigues

Exclusivo para assinantes

Dificilmente a sabatina com Marcelo Crivella (Republicanos) na CNN Brasil será lembrada como um divisor de águas desta eleição, mas só a ingenuidade ou a torcida podem menosprezá-la. 

Foto:Reprodução/Facebook

O momento foi proporcionado pela ausência do ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) naquele que seria o primeiro debate do 2° turno no Rio de Janeiro.

A campanha de Paes primeiro alegou agenda apertada para atender a todos os veículos, depois que não houve compromisso firmado com a CNN. Informalmente, o canal afirma que houve acerto desde a semana passada — tanto assim que a equipe já estava definida (Carol Nogueira seria a mediadora) e chamadas anunciando o debate foram ao ar.

No fim das contas, o atual prefeito do Rio teve o palco todo para si. E soube aproveitá-lo: defendeu-se das acusações de corrupção, conectou-se com o eleitor bolsonarista — chegou a repetir várias vezes “Globolixo!”, momento que forçou a jornalista Monalisa Perrone a chamar sua atenção — e ainda tachou o rival de “fujão”.

Crivella e Paes devem se encontrar na próxima quinta-feira, 19, em debate marcado pela Band.

Ou pelo menos assim se espera.

 

Tudo o que sabemos sobre:

DEMRepublicanosMacelo CrivellaEduardo Paes