Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Da Vera: a falsa caixa-preta do BNDES

Vera Magalhães

No afã de ter um assunto para desviar o foco do recurso de Flávio Bolsonaro ao STF para, evocando o foro privilegiado, sustar a investigação sobre Fabrício Queiroz e anular suas provas, Jair Bolsonaro, os outros filhos e aliados transformaram a lista dos 50 maiores clientes do BNDES numa espécie de “caixa preta” de supostas irregularidades no banco. O site do banco reorganizou dados antigos e divulgou o volume total de empréstimos dos 50 maiores tomadores de recursos –sem juízo de valor quanto à regularidade dos empréstimos, se estão sendo quitados, se foram intermediados politicamente etc.

A lista inclui as maiores empresas nacionais, encabeçada pela Petrobras (da qual o próprio governo acionista majoritário!) e pela Embraer (que está em fase de ultimar um negócio internacional com a Boeing. Nas páginas de Bolsonaro, dos filhos Carlos e Eduardo e de aliados do governo, o caso foi alçado a escândalo, como se todos os empréstimos fossem fraudes a serem debitadas na conta dos governos anteriores. Resta saber como os “clientes” vão reagir à criminalização de seus nomes –com consequências, por exemplo, em negociações de ações em Bolsa e imagem– no altar do bolsonarismo. Liberalismo bem interessante esse que estigmatiza grandes empresas privadas. / Vera Magalhães