Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Da Vera: Ao ressuscitar Lula, Doria comete seu maior erro na crise

Vera Magalhães

Exclusivo para assinantes

Em meio à disputa política aberta que trava com o presidente Jair Bolsonaro tanto pelas diretrizes do enfrentamento do novo coronavírus quanto pela narrativa que a embala, o governador de São Paulo, João Doria Jr., cometeu seu maior erro ao repostar uma declaração de Lula elogiosa ao trabalho de governadores e prefeitos.

No post, Doria diz que sempre divergiu de Lula, mas que precisava enfatizar que ele estava certo. Talvez tenha visto a postagem como a chance de se mostrar aberto ao diálogo também com a esquerda, e disposto a superar desavenças políticas em meio a uma emergência de saúde. Mas o efeito foi o oposto: dar ao bolsonarismo uma ótima oportunidade de, de novo, associar o PSDB ao PT.

O ex-presidente Lula e o governador de São Paulo, João Doria

O ex-presidente Lula e o governador de São Paulo, João Doria Foto: JF Diorio/Estadão e Felipe Rau/Estadão

Lula é carta fora do baralho na política. Tem feito lives diárias na tentativa de se estabelecer como contraponto a Bolsonaro, sem sucesso. E não poderia ser, de fato. O ex-presidente foi condenado por corrupção passiva e só não está preso porque se beneficiou de progressão de regime. Tem outra condenação para ser julgada em segunda instância, a do sítio de Atibaia, e é réu em dezenas de outras ações penais.

O PT minguou politicamente nas eleições de 2018 e tem sido uma oposição apática e irrelevante no Congresso.

Ao trazer Lula para o debate, Doria sacrifica parte do capital político que vinha acumulando e desvia o foco da gestão técnica que vem tentando imprimir ao combate à covid-19, que até aqui vem mostrando bons resultados.

O afã de fazer política, portanto, não é um defeito só de Bolsonaro. Ao mirar eventuais dividendos eleitorais para 2022, Doria acabou por dar um tiro no próprio pé, que, com razão, será explorado pelo bolsonarismo. É de se esperar que use as próximas postagens e entrevistas para tentar consertar o estrago.

Tudo o que sabemos sobre:

João DoriaLulaCrisegovernadoresPSDBPT