Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Da Vera: Ataque ao Porta confirma ano de intolerância

Vera Magalhães

Exclusivo para assinantes

2019 foi o ano em que o Brasil consagrou a intolerância política, religiosa, social e à diversidade e pluralidade. A polarização política que levou ao segundo turno de 2018 entre o PT e Jair Bolsonaro transbordou em manifestações de ódio na internet e fora e culmina com o ataque terrorista à sede da produtora do Porta dos Fundos, em reação a um vídeo de sátira religiosa. Temos o nosso próprio Charlie Hebdo, a importação de um fenômeno que já é bastante corrente no mundo, mas que por aqui começa agora a dar as caras de forma mais clara.

Não é possível ainda atestar se foi de fato uma ação de um grupo que se autointitula integralista. Reportagem do Estadão recentemente documentou a volta dessa corrente, impulsionada pela eleição de Bolsonaro. Sendo ou não, no entanto, trata-se de um ato com clara motivação fascistóide, e deve ser investigado e punido com rigor.