por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Da Vera: ‘Cartão caminhoneiro’ para evitar nova greve

Vera Magalhães

O presidente Jair Bolsonaro usou a live da semana no Facebook para anunciar uma medida com a qual o governo tenta responder à crescente insatisfação entre os caminhoneiros e, assim, evitar uma nova greve como a que parou o País em maio do ano passado. Segundo ele, o governo vai criar o “cartão caminhoneiro”, por meio do qual o motorista pode abastecer de combustível sem ser atingido por variações no preço do diesel.

Bolsonaro não explicou como vai funcionar a equivalência entre o valor colocado no cartão e o preço da bomba, nem a quem caberá o eventual subsídio para compensar as variações do preço –se ao Tesouro ou à Petrobras. O movimento dos caminhoneiros é uma preocupação grande do Gabinete de Segurança Institucional, dado o poder de mobilização via redes sociais demonstrado pela categoria em 2018. Além disso, ele traz um embaraço político, pelo fato de ter sido apoiado e até incentivado por Bolsonaro e pelas alas mais radicais ligadas ao hoje presidente e então pré-candidato: como iriam se comportar esses bolsonaristas em caso de repetição da estratégia de fazer o País refém, sustando o abastecimento e obstruindo a circulação de mercadorias, com Bolsonaro instalado no Planalto? A medida anunciada nesta quinta é uma tentativa de frustrar a nova greve. / Vera Magalhães