Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Da Vera: Efeito dos atos importa mais que números

Vera Magalhães

O cálculo de participantes dos atos deste domingo e a comparação com o dia 15 importam menos que o efeito das manifestações na relação entre governo e Congresso. Escrevi sobre isso em análise para a edição do Estadão desta segunda-feira, que você pode ler na íntegra aqui.

Se Jair Bolsonaro achar que porque as pessoas foram às ruas ele poderá governar à revelia do Congresso, cometerá (mais) um erro crasso. É preciso que haja assessores que lhe digam que quem foi à rua é um contingente menor que o de seus próprios eleitores. Em número e em representatividade (basta ver as defecções na centro-direita). O melhor, na verdade o único, caminho para a aprovação das iniciativas do governo continua sendo a democracia representativa. A conferir o estrago que a confrontação de ontem pode causar. / Vera Magalhães