Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Da Vera: Flerte com Jânio e Collor

Vera Magalhães

O texto apócrifo divulgado por Jair Bolsonaro em grupos de WhatsApp, em que o autor diz que o próprio presidente fracassou em implementar uma agenda e insinua que o Brasil é ingovernável parece ter o objetivo –se é que se pode falar em objetivos num governo que age segundo esses impulsos– de inflamar a militância bolsonarista para o ato do dia 26 contra o Centrão e o STF. Ao atiçar lenha nesta fogueira, Bolsonaro lembra Fernando Collor, quando, já em meio à crise dos caras-pintadas, instou as pessoas a saírem de verde e amarelo às ruas.

Da mesma forma, ao falar genericamente em “corporações” como entidades malignas que o estariam impedindo de governar, Bolsonaro flerta com outro presidente que não terminou o mandato: Jânio Quadros, que renunciou alegando ser acossado por “forças ocultas”. Qualquer que seja a inspiração não são lá grandes referências para um presidente no quinto mês de mandato. / Vera Magalhães