Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Da Vera: Governo precisa divulgar testes de Bolsonaro e ministros

Vera Magalhães

Exclusivo para assinantes

É mandatório que no briefing de hoje à imprensa, o porta-voz da Presidência da República, general Octavio do Rêgo Barros, informe de maneira oficial quais integrantes do governo, a começar do presidente da República, Jair Bolsonaro, fizeram teste do novo coronavírus e qual o resultado.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, acompanhado de seus ministros

O presidente da República, Jair Bolsonaro, acompanhado de seus ministros Foto: Dida Sampaio/Estadão

É necessário que os laudos sejam tornados públicos. A rádio Bandeirantes informou nesta manhã que o general Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional, testou positivo para a covid-19. Ele tem 72 anos e está circulando normalmente em Brasília. Nesta terça-feira, concedeu breve coletiva com a porta do carro aberta, no Planalto.

Bolsonaro também não está isolado. No domingo, apertou a mão de simpatizantes. Ontem falou na paradinha do Alvorada. Para hoje, convocou reunião presencial com todos os ministros e representantes dos outros Poderes. Sem informação segura, essa reunião pode virar um foco de difusão de coronavírus para todos os principais responsáveis por conduzir o País na crise.

Não há informação oficial nem sobre quantos testes, afinal, Bolsonaro realizou: dois? três? Qual o resultado de cada um deles? Na comitiva que foi com ele aos Estados Unidos já há ao menos 14 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus.

Numa democracia, e mais ainda em caso de calamidade pública, como agora o próprio governo quer classificar a crise do coronavírus, essas são informações de interesse público. Ainda mais porque ambos e outros integrantes do governo estão circulando livremente, tendo contato com pessoas. Autoridades precisam ser exemplo, não vetores de pandemia

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonaroministrostestecoronavírus