por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Da Vera: Pauta ideológica ainda domina o MEC

Vera Magalhães

A proposta de Jair Bolsonaro de retirar recursos dos cursos de Humanas, endosssada pelo ministro Abraham Weintraub, mostra que a pauta do Ministério da Educação continua, após a saída de Ricardo Vélez Rodríguez, completamente impregnada de viés ideológico. Depois de três meses de completa paralisia “velleziana”, as prioridades continuam voltadas para um combate à “esquerda” na pasta, sem que haja dados e números claros a embasar as propostas.

O ataque gratuito aos cursos de Humanidades mostra uma mentalidade tacanha, segundo a qual os cursos técnicos ou biológicos rendem mais “retorno ao contribuinte”. O pano de fundo é o de um governo para o qual raciocínio crítico, debate de ideias e livre circulação de pensamento são considerados não como condições para o desenvolvimento de uma sociedade, mas ameaças à hegemonia de um projeto político. / Vera Magalhães