Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Dallagnol faz jejum para ver Lula preso

Alexandra Martins

A força-tarefa da Lava Jato em Curitiba conta os minutos para o dia do julgamento do ex-presidente Lula, marcado para quarta-feira, 4. Eles são favoráveis ao entendimento atual de prisão após condenação em segunda instância. Para que isso ocorra, só mesmo se o Supremo negar o HC do petista.

Além das campanhas de Carlos Fernando dos Santos Lima e Roberson Pozzobon, o mais disposto a sacrifícios é Deltan Dallagnol. “O cenário não é bom. Estarei em jejum, oração e torcendo pelo país”, escreveu em sua conta no Twitter.