Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Damares nega 85% dos pedidos de anistia

Equipe BR Político

Sob o comando da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, a Comissão da Anistia concedeu apenas 388 dos 2.717 pedidos de indenização. As solicitações são referentes à concessão de benefícios a pessoas que se disseram perseguidas ou prejudicadas durante a ditadura militar. Desde o início do mandato, o governo do presidente Jair Bolsonaro anunciou que que estabeleceria uma política “mais rigorosa” para conceder direitos de anistia. Ainda constam no acervo 74,5 mil pedidos de indenização.

Um dos sinais foi a troca, em abril, de 27 membros da comissão. Militares que questionam o termo “golpe” para a ditadura iniciada em 1964, como o general Rocha Paiva, integram a nova comissão. Quem acompanha de perto os trabalhos pontua que o foco começou a mudar já na época de Michel Temer, segundo a Coluna do Estadão. Rocha Paiva afirma que “só quem foi prejudicado por questões exclusivamente políticas recebeu indenização”.

Tudo o que sabemos sobre:

Comissão de AnistiaDamares Alves