Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Damares também manifestou desejo de prender governadores e prefeitos

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

Não foi apenas Abraham Weintraub que falou em prender membros de outros Poderes e esferas do Executivo na reunião ministerial do dia 22 de abril. A ministra das Mulheres, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, falou em prender “prefeitos e governadores” por causa das medidas de restrição impostas como forma de conter a pandemia de coronavírus.

A ministra das Mulheres, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, na reunião de 22 de abril

A ministra das Mulheres, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, na reunião de 22 de abril Foto: Marcos Corrêa/PR

“A maior violação de direitos humanos da história do Brasil nos últimos trinta anos está acontecendo neste momento, mas nós estamos tomando providências. A pandemia vai passar, mas governadores e prefeitos responderão processos e nós vamos pedir inclusive a prisão de governadores e prefeitos”, disse Damares em um trecho da reunião revelado nesta sexta-feira, 22, por decisão do ministro Celso de Mello. “Nosso ministério vai começar a pegar pesado com governadores e prefeitos. Nunca vimos o que está acontecendo hoje.”