Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Davi e Maia querem derrubar resolução que tirou do MEI atividades de Cultura

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, ligou neste sábado de Madri para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para reagir contra a Resolução número 150 editada pelo governo federal. A medida retirou do sistema de Microempreendedor Individual (MEI) várias atividades ligadas à área de Cultura, como cantor, músico independente, DJ/VJ, humorista, contador de histórias, instrutor de arte e cultura e instrutor de música. Para os presidentes das duas Casas, a decisão do governo não faz sentido.

“Sou contra esta resolução do Conselho Gestor do Simples Nacional. A cultura – e todos que trabalham com ela – é um patrimônio do país. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre me ligou de Madri e me avisou que vai pautar na terça o decreto legislativo. A Câmara seguirá o Senado e votará no dia seguinte. Essa é uma decisão que não faz sentido. A cultura é a alma da nossa democracia”, afirmou Rodrigo Maia.

A decisão causou tanto mal estar e críticas que existe a expectativa que o governo se antecipe e reveja sua posição, evitando que ela seja derrubada pelo Congresso.

Tudo o que sabemos sobre:

CulturaRodrigo Maia