Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

De olho em 2022, Leite quer ajudar a ‘construir uma alternativa de centro’

Equipe BR Político

Apesar de não se apresentar oficialmente como presidenciável na disputa de 2022, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), diz que quer “colaborar” para construir uma alternativa de centro na qual consiga se enxergar, “com foco em gestão eficiente, mas que ao mesmo tempo não despreze a importância de políticas de inserção social”. “A minha disposição não é de candidatura, não pretendo concorrer na próxima eleição, mas quero colaborar”, disse o governador em entrevista ao Valor.

Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite Foto: Dida Sampaio/Estadão

Leite acredita que, nas próximas eleições, não haverá espaço para uma fragmentação do centro, como consequência da polarização. Ele defende que nomes como o do apresentador Luciano Huck, do governador João Doria (PSDB-SP) e dele próprio possam colaborar para um projeto nacional. Questionado a respeito de como anda este projeto, Leite afirmou que está “conversando” com Huck e Doria. “Fernando Henrique me apresentou a Luciano Huck, ele fez a ponte. Dali fomos estabelecendo uma relação de respeito, de amizade até. Como também tenho conversado com o governador Doria, com respeito”.

Para o governador, o grande erro de seu partido nas últimas eleições foi ter se apresentado mais à esquerda do que realmente é. “Quando o PSDB perdeu eleições, ele errou ao querer aparentar ser o que não era, uma sigla de esquerda. Agora, não pode errar em se apresentar mais à direita do que é.”