Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Decisão sobre 2.ª instância deve ser adiada

Equipe BR Político

A tendência é de que o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, aceite o pedido da OAB, feito na segunda-feira, 1, para adiar o julgamento sobre condenação em segunda instância, marcado para o próximo dia 10. O argumento usado pela Ordem é de que é preciso mais tempo para estudar a matéria.”É que, a propósito, a nova diretoria deste conselho, recém-empossada, ainda está se inteirando de todos os aspectos envolvidos no presente processo e outros temas correlatos, razão pela qual necessita de maior prazo para estudar a melhor solução para o caso”, justifica.

Segundo relatos internos, o clima na Corte é favorável à execução da pena após decisão de segunda instância — entendimento que manteria o ex-presidente Lula na cadeia, informou a Folha.