Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Decreto é pagamento para indústria de armas’

Equipe BR Político

Na onda de críticas que tomou as contas petistas pela internet após Jair Bolsonaro anunciar um decreto para garantir a posse de armas de fogo para quem não tiver ficha criminal, o lider da sigla na Câmara, Paulo Pimenta (PT-SP), foi além. Disse que o presidente eleito faz isso como “pagamento ao lobby da indústria de armas no Brasil, nos EUA e em Israel”.

“As empresas destes dois países, notórios por gastar mais em armamento de guerra que em saúde e educação públicas, terão um imenso mercado no Brasil para ampliar seus lucros”, disse. “As mortes de inocentes pelas mãos de pessoas armadas sem qualquer treinamento e avaliação psicológica, as tragédias em brigas de família e discussões com vizinhos ou no trânsito estarão na conta de Jair Bolsonaro e Sérgio Moro.”

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonarosergio moroPaulo Pimenta