Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Decreto foi correção de erro proposital de Lula’

Equipe BR Político

O ministro Onyx Lorenzoni voltou a defender o decreto que flexibilizou as regras para a posse de armas de fogo. Em artigo publicado na Folha, Onyx classifica o decreto 9.685 como o “primeiro passo” para a “correção do erro proposital” causado pelo governo Lula que, mesmo sendo derrotado no referendo sobre a comercialização das armas, deu uma canetada para “desarmar o cidadão”.

“O ponto principal do decreto 9.685, o fim do critério subjetivo da discricionariedade —a partir de agora valerá uma declaração de necessidade do cidadão— tem um significado muito maior que apenas acabar com uma decisão política sobre quem pode ou não possuir uma arma”, escreveu Onyx. “Traz as grandes marcas que o presidente e o governo querem imprimir em cada ato: o respeito e a confiança nos brasileiros de bem, a maioria absoluta da nossa gente.”

Tudo o que sabemos sobre:

Onyx LorenzoniDecreto armas de fogo