Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Defensor do agro vai coordenar câmara ambiental da Procuradoria

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O procurador-geral da República, Augusto Aras, nomeou na segunda, 8, o subprocurador-geral da República, Juliano Baiocchi Villa-Verde de Carvalho, como coordenador da 4ª Câmara de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural do Ministério Público Federal. Em março deste ano, ele defendeu a então chamada MP da Grilagem, que caducou para dar lugar a um projeto de lei com mudanças nas regras de regularização fundiária, como lembrou a Folha.

“É preciso reconhecer o direito à dignidade do produtor rural, sabendo que a intenção do governo é dar cumprimento à Constituição, que veda a intervenção indefinida no tempo do Estado na economia, retendo em poder da União as terras produtivas ocupadas pacificamente por produtores rurais de todo o país”, disse ele em agenda do Senado na época.

No seu Facebook, ele se apresenta como dono de uma propriedade rural.

Segundo reportagem da BBC Brasil, Baiocchi é visto pelos pares como defensor do agronegócio. “Se o MP fosse mais próximo do agronegócio acredito que seria bom para o meio ambiente. Estamos em uma fase em que a tutela dos direitos sociais (o meio ambiente equilibrado é um direito da sociedade) deveria passar muito mais por processos de composição e diálogo do que por uma rivalidade entre supostos defensores do passado e a realidade do presente”, escreveu o subprocurador à reportagem.