Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Defesa de Moro diz estar ‘surpresa’ com Bolsonaro abrindo mão de depoimento

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

A defesa do ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, disse estar “surpresa” com a decisão de Jair Bolsonaro em não prestar depoimento no inquérito que investiga suposta interferência do presidente da República na Polícia Federal. Em uma nota assinada pelo advogado Rodrigo Sánchez Rios, ele afirma que a decisão de Bolsonaro é “sem justificativa”.

“A negativa de prestar esclarecimentos, por escrito ou presencialmente, surge sem justificativa aparente e contrasta com os elementos reunidos pela investigação, que demandam explicação por parte do presidente da República”, afirma o advogado.

A Advocacia-Geral da União informou ao Supremo nesta quinta-feira, 26, que o presidente “declina do meio de defesa”. A AGU argumenta que o vídeo da reunião ministerial seria o suficiente para mostrar que as acusações seriam “infundada” e pede que o inquérito seja encaminhado à PF para elaboração do relatório final.