Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Defesa de Temer surpresa por delação de sócio da Gol

Equipe BR Político

A defesa do ex-presidente Michel Temer disse que foi surpreendida com a divulgação de notícia sobre delação feita em fevereiro por um dos donos da Gol Linhas Aéreas, Henrique Constantino, que o acusa de práticas ilícitas. “Mesmo sem ter acesso aos termos da tal delação e do depoimento prestado pelo delator, é fundamental dizer quão estranha soa a divulgação nesta data, véspera de julgamento de pedido de liminar em habeas corpus pelo STJ. Fica evidente o propósito de constranger os ministros”, diz o criminalista Eduardo Carnelós.

Constantino afirmou em delação premiada ter repassado R$ 7 milhões em propina a pedido do ex-presidente e de integrantes da cúpula do MDB. “Ao que se noticia, parte do relato feito pelo novo delator premiado estaria fundada na palavra de outro delator, que nunca esteve com Michel Temer, e cuja credibilidade é nenhuma”, defendeu o advogado de Temer, segundo o Broadcast Político.