Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Defesa pede soltura de Azeredo

Equipe BR Político

Preso desde maio de 2018 após condenação de segunda instância por desvio de R$ 3,5 milhões de estatais mineiras no chamado mensalão mineiro, o ex-tucano Eduardo Azeredo (sem partido) pode ser beneficiado pela decisão de ontem do STF de tornar constitucional a regra do Código do Processo Penal que prevê o esgotamento de todas as possibilidades de recurso para o início do cumprimento da pena. A defesa do ex-governador de Minas entrou com pedido de soltura nesta texta, 8, na Vara de Execuções Penais de Minas Gerais.

Tudo o que sabemos sobre:

Eduardo AzeredoSTF