Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Delação foi recusada 2 vezes

Equipe BR Político

A delação do dono da Engevix, José Antunes Sobrinho, foi recusada duas vezes pela Lava Jato antes de ser aceita e homologada em outubro do ano passado. Reportagem da revista Época mostra o caminho da colaboração desde setembro de 2015, quando o dono da empreiteira foi preso. Ele foi solto em maio do ano seguinte. Em 2016, a Lava Jato de Curitiba dispensou acordo de colaboração premiada com o executivo. Ele fez nova tentativa com o Ministério Público do Rio de Janeiro quando houve o desmembramento do inquérito referente à corrupção na Eletronuclear, mas também não teve sucesso. O acordo só foi selado com a Polícia Federal, mais de dois anos depois.