Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Delatores ‘caloteiros’

Equipe BR Político

Dos 217 colaboradores que tiveram acordos de colaboração premiada homologados pelo STF, atualmente 31 estão “inadimplentes” com a Justiça. A soma do “calote” dos delatores chega a R$ 120,8 milhões, conforme dados obtidos pelo Estadão por meio do Sistema de Monitoramento de Colaborações (Simco) do Ministério Público Federal.

O atraso nos pagamentos das multas pode levar à abertura de procedimentos administrativos e, eventualmente, até mesmo à rescisão de acordos, o que faria os delatores perderem os benefícios acertados após concordarem em repassar informações ao Ministério Público e colaborarem com a Justiça. A Procuradoria não informa a relação de nomes dos delatores “caloteiros”, sob a alegação de que a informação está sob sigilo.

Tudo o que sabemos sobre:

delatorescaloteirosR$ 120 milhões