Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Deltan diz que fala de Toffoli sobre Lava Jato foi ‘irresponsabilidade’

Equipe BR Político

O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, afirmou que as críticas do presidente do STF, Dias Toffoli, à operação são “irresponsáveis”, e ainda aproveitou para alfinetar a decisão da Corte contra a prisão após condenação em segunda instância. “Dizer que a Lava Jato quebrou empresas é uma irresponsabilidade. É fechar os olhos para a crise econômica relacionada a fatores que incluem incompetência, má gestão e corrupção”, escreveu o procurador no Twitter nesta segunda-feira, 16. “Seguiremos aplicando a lei, que ainda é muito inefetiva no Brasil. Nos Estados Unidos, a prisão acontece depois da primeira ou segunda instância. Sem efetividade da lei, não há rule of law ou estado de direito”.

Em entrevista ao Estadão, Toffoli afirmou que o Ministério Público deveria ser uma instituição mais transparente. Como você leu aqui no BRP, a fala de Toffoli também foi criticada pelo procurador Roberson Pozzobon, integrante da força-tarefa da Lava Jato, que afirmou que a declaração do ministro era “interessante” por vir de quem, na sua visão, “impediu por meses” o Ministério Público de conhecer conteúdo de inquérito sobre fake news.