Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

DEM tenta esquecer Rodrigues para focar na boa largada nas pesquisas

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

O escândalo envolvendo o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) azedou o clima positivo que o Democratas vivia depois das primeiras pesquisas de intenção de voto para as capitais. Sem decidir como vai administrar o desgaste causado pelo

senador, os dirigentes do partido preferem desviar dessa crise e focar nas boas possibilidades indicadas pela eleição.

Pelas pesquisas, o DEM tem chances reais de vencer já no primeiro turno em Curitiba, com o prefeito Rafael Greca, e vai construindo uma liderança muito expressiva com Bruno Reis, em Salvador, e com Gean Loureiro, em Florianópolis. Este, aliás, enfrenta dificuldades de saúde, depois de ter sido internado pelo coronavírus. No Rio, Eduardo Paes também vai consolidando sua vantagem sobre o prefeito Marcelo Crivella.

Além disso, Josiel Alcolumbre, irmão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, aparece em segundo lugar nas pesquisas para a prefeitura de Macapá, mas em situação de empate técnico com o líder João Capiberibe (PSB). Em Recife, o ex-ministro da Educação Mendonça Filho está em segundo lugar e pode chegar ao segundo turno.

Tudo o que sabemos sobre:

DEM