Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Demitida na Funai, readmitida no Incra

Equipe BR Político

Menos de duas semanas depois de ser demitida da diretoria da Funai a pedido do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, a servidora Azelene Inácio deve assumir o comando da área de demarcações de terras indígenas e quilombolas dentro do Incra, órgão ligado ao Ministério da Agricultura. O Estadão apurou que houve uma reunião dentro do Incra com funcionários que atuam nessa área, para informar sobre a chegada de Azelene.

A servidora é alvo de investigações do MPF, que apontou irregularidades em sua conduta dentro da Funai, resultando em situações de “conflitos de interesse”. O Broadcast Político procurou Azelene, que não respondeu ao pedido de entrevista. O Ministério da Agricultura e a Secretaria Especial de Assuntos Fundiários, não retornou até o fechamento da reportagem.