Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Depois de críticas ao Plano Real, PSDB bate em Guedes sem parar

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

Desde que o ministro da Economia, Paulo Guedes, minimizou publicamente a importância do Plano Real, o PSDB passou a criticá-lo fortemente e diariamente pelas redes sociais. O perfil oficial dos tucanos tem distribuído bordoadas seguidas no ministro chamando-o, por exemplo, de vendedor de ilusões.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, no anúncio desta segunda

O ministro da Economia, Paulo Guedes, no anúncio desta segunda Foto: Reprodução/TV BrasilGov

“Durante o primeiro mandato de FHC, 80 empresas foram privatizadas em setores como a telefonia e a siderurgia. Já estamos quase na metade do mandato e até agora Paulo Guedes só vendeu ilusão”, postou hoje o perfil dos tucanos.

“Sem proteção bancária, os mais pobres perdiam boa parte dos recursos que recebiam mensalmente por causa da inflação. Por isso, com a estabilidade dos preços garantida pelo Plano Real, o salário mínimo teve um ganho de 27% em relação ao começo do próprio ano de 1994. Ou seja, de imediato o Plano Real aumentou a renda de milhões  consideravelmente. Se isso não é excepcional o que seria, ministro Paulo Guedes?”, publicou o PSDB em outra postagem.

“De excepcional o ministro Paulo Guedes não tem nada. Mergulhou o Brasil numa recessão econômica já no primeiro trimestre deste ano e demorou a reagir quando o país mais precisava durante a pandemia. Hoje não tem um plano coerente para os próximos anos”, disseram os tucanos.

“É o ministro do “semana que vem nós vamos”.  É hora de mais trabalho e menos blá blá blá”, escreveu também o perfil do PSDB.

Tudo o que sabemos sobre:

PSDBPaulo Guedesplano real