Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Deputado critica Bolsonaro por divulgar testes com medicamento

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

A “esperança” de Jair Bolsonaro de que a cloroquina, medicamento já utilizado no combate à malária possa servir contra o coronavírus, está sendo criticada por parlamentares. O deputado federal Marcelo Calero (Cidadania-RJ), por exemplo, disse que o presidente “espalha desinformação” ao falar do remédio. “Bolsonaro imita Trump apenas no que é ruim. Ao invés de assumir as funções de Presidente e coordenar as ações de combate, ele espalha desinformação. Atenção: não compre cloroquina! As pesquisas ainda são iniciais, e pacientes de outras doenças precisam desse remédio para viver”, escreveu.

O receio do deputado, entretanto, não deve se concretizar. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária já determinou que a venda tanto da cloroquina quanto da hidroxicloroquina seja restrita. Ou seja, somente pacientes com receita médica poderão adquirir. Ambos os medicamentes já estão sendo testados em infectados pelo coronavírus, tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos.