Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Deputado do PSL investigado por “rachadinha” em SP

Equipe BR Político

O Ministério Público de São Paulo está investigando uma denúncia anônima a respeito de um suposto esquema de corrupção no gabinete do deputado estadual Coronel Nishikawa (PSL – SP). A suspeita é de que no gabinete do parlamentar existe o esquema conhecido como “rachadinha”, e que Nishikawa esteja arrecadando parte dos salários de seus assessores na Alesp. Também estariam implicados no esquema o assessor David Monteiro de Mello e o chefe do gabinete, Walter Rezende Filho, que seria o coordenador do esquema, segundo a reportagem do Estadão.

A acusação é semelhante ao suposto esquema de desvios investigado pela PF no caso do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente, e seu ex-assessor Fabrício Queiroz. Relatórios do Coaf identificaram movimentações suspeitas nas contas de Queiroz, somando R$ 1,2 milhão. Nishikawa nega as acusações e diz ter recibos bancários que comprovam sua inocência.

Tudo o que sabemos sobre:

PSLAlespcorrupção