Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Deputado ‘não acredita’ na escolha do presidente para o STF

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Citando decisões do juiz piauiense Kassio Nunes, o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) contestou na manhã desta quinta-feira, 1, a informação de que o presidente Jair Bolsonaro pretende indicá-lo para a vaga deixada pelo decano Celso de Mello, após sua aposentadoria no Supremo Tribunal Federal (STF).

Como você leu no BRP, apesar de Bolsonaro já ter informado os ministros da Corte sobre sua indicação, o Planalto ainda trata com cautela a nomeação de Nunes. Há quem diga, inclusive, que a situação não está 100% definida.

Pelo Twitter, Otoni escreveu: Não acredito que o PR @jairbolsonaro indicará ao STF um desembargador Kassio Nunes, que foi indicação de Dilma Rousseff para o TRF-1, que votou contra a extradição do terrorista Cesari Battisti, que sua mulher sempre trabalhou em gabinetes de senadores petistas, que em maio de 2019 liberou licitação do STF para compra de lagostas e vinhos, cujo nome tenha sido recebido com louvor por Gilmar Mendes e Dias Thoffoli, que sua escolha esteja sendo festejada pelo centrão e pelo senado”, escreveu.

E completou: “Enquanto não ouvir da boca do presidente não acredito”. Ele finalizou a sequência de mensagens coma  afirmação de que continua acreditando em Bolsonaro.