Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Deputados do PSL protocolam pedido de impeachment de Witzel

Equipe BR Político

Sete dos 12 deputados estaduais que compõem a bancada do PSL no Rio de Janeiro protocolaram nesta terça-feira, 18, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) um pedido de impeachment contra o governador Wilson Witzel (PSC). Eles acusam Witzel de montar um esquema para espionar a vida dos 70 deputados. Não há prazo para a Mesa Diretora da Alerj decidir se aceita ou não o pedido, informa o Estadão.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Wiztel

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Wiztel Foto: Wilton Junior/Estadão

Segundo o presidente da Alerj, André Ceciliano (PT), em conversa presenciada também pelo governador e pelo deputado estadual Márcio Pacheco (PSC), que é líder do governo, o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Lucas Tristão, afirmou que existiam dossiês contra os 70 deputados. Para os deputados do PSL, o governador cometeu crimes de responsabilidade contra o livre exercício do Poder Legislativo, o exercício dos direitos políticos, a probidade da administração pública e o cumprimento das leis.

De aliado, Witzel se tornou adversário do presidente Jair Bolsonaro quando um porteiro do condomínio onde Bolsonaro tem casa afirmou que foi “seu Jair” quem autorizou a entrada de um dos acusados da morte da vereadora Marielle Franco no local. Desde então, o presidente tem dito que o governador é responsável pela citação de seu nome nas investigações da morte da ex-parlamentar do PSOL.