Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Derrotas aos montes do governo’

Equipe BR Político

Passados quase cinco meses de governo Bolsonaro, a marca que se impõe é das inúmeras derrotas colhidas pelo presidente no Congresso, e que devem ganhar novos exemplos nas próximas semanas. “Por que um Legislativo inexperiente, tido como o mais fraco se comparado com os anteriores do período pós-redemocratização, mostra-se tão forte diante do Executivo?”, pergunta no Estadão deste sábado o colunista João Domingos.

“Ao optar por montar sua equipe sem a participação de partidos políticos, Bolsonaro acabou por tirar poder dos líderes partidários. Antes, esses líderes podiam atrair liderados para suas causas a partir de promessas em nome de ministérios que detinham no governo. Sem ter o que prometer agora, eles não conseguem arrancar compromisso de ninguém. Tornaram-se líderes de nada”, explica. “O que se vê hoje no Congresso é uma espécie de anarquia generalizada, em que cada um faz o que quer, pois a figura do líder praticamente se tornou decorativa.”

Tudo o que sabemos sobre:

João DomingosCongressoJair Bolsonaro