Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Derrubada de vetos é questão só de tempo

Vera Magalhães

O que os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), e líderes das duas Casas discutem agora é quando — e não “se”– farão a sessão do Congresso para derrubar os vetos de Jair Bolsonaro a artigos da Lei de Diretrizes Orçamentária que reforçam o caráter impositivo das emendas parlamentares ao Orçamento.

Foto: Dida Sampaio/Estadão

A derrubada dos vetos não está em discussão, e a tendência é que ela seja feita nas próximas semanas, antes, portanto, das manifestações marcadas para 15 de março com o objetivo justamente de acuar o Congresso e tendo a questão da prerrogativa de gerir o Orçamento como mote.

Para os cabeças do Legislativo, a discussão sobre as emendas é apenas um pretexto: o que Bolsonaro pretende, mesmo, é demonstrar que tem ascendência sobre movimentos capazes de se organizar para ir às ruas caso discussões como a do seu impeachment avancem.

Tanto que o ministro Luiz Ramos, da Secretaria Geral da Presidência, chancelou acordo ainda no fim do ano passado pela derrubada dos vetos de Bolsonaro, e o ratificou em janeiro, desta vez com a presença de auxiliares de Paulo Guedes nas reuniões.

 

Tudo o que sabemos sobre:

vetosOrçamentoJair Bolsonaro