Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Desembargador alvo da PF

Equipe BR Político

A Polícia Federal executa nesta manhã de terça, 24, mandados de busca e apreensão na residência e escritórios do desembargador Siro Darlan, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por suspeitas de venda de sentenças. Crítico do uso exacerbado das delações premiadas, Darlan concedeu habeas corpus aos ex-governadores Garotinho e Rosinha no início de setembro. Ele faz parte da Associação Juízes para a Democracia.

O desembargador Siro Darlan, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, é alvo de mandados de busca e apreensão

O desembargador Siro Darlan, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Foto: TJ-RJ

No final do ano passado, Darlan se defendeu dizendo que seu compromisso era com a lei. “Não tenho interesse, vivo na mesma casa há muitos anos. O Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) pode dizer se recebi algumas coisas. Meu sigilo bancário está aberto. Não tem nada a temer em relação ao patrimônio. As minhas decisões, a mim pertence. Sugerir que as decisões de qualquer magistrado, em razão de propina, é um ato de irresponsabilidade”.

Tudo o que sabemos sobre:

Siro DarlanTJRJPolícia Federal