Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Desoneração fora de PEC do Senado

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Num novo movimento de barata voa, a desoneração da folha de pagamento não será mais incluída na PEC do pacto federativo em tramitação no Senado, de acordo com o relator da medida, Marcio Bittar (MDB-AC), informa o Estadão. Anteriormente, o relator havia sinalizado que a desoneração entraria na mesma PEC, conforme queria o ministro Paulo Guedes. A tentativa foi mal recebida no Congresso Nacional. Após reunião com o chefe da pasta nesta segunda-feira, 24, Bittar pontuou que a proposta do Senado irá unir as medidas de ajuste – entre elas o acionamento dos chamados gatilhos para a redução de despesas no setor público – e o Renda Brasil, com valor entre R$ 250 e R$ 300. Agora, a desoneração deve ser feita por meio da reforma tributária ou outra medida separada.

A nova mudança é ainda reflexo da derrota do governo no Senado na semana passada, com a quase derrubada do veto presidencial que barrou reajustes salariais de servidores públicos até o fim de 2021. A situação foi revertida na Câmara dos Deputados com a manutenção do veto. “De qualquer maneira sobra alguma sequela, que é preciso arrumar. É melhor perder um dia ou dois e ganhar no tempo lá na frente”, disse o senador.

Tudo o que sabemos sobre:

desoneraçãoPaulo GuedesMárcio Bittar