Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Destaques do dia: Aliados colocam Bolsonaro em turbilhões

Equipe BR Político

A semana termina com o governo de Jair Bolsonaro envolto em alguns turbilhões. E não pense que foi gerado pela oposição. Os problemas estão surgindo entre os próprios aliados do presidente eleito.

O principal deles é denúncia do Coaf publicada pelo Estadão de que um ex-assessor de Flávio Bolsonaro teria não apenas uma movimentação financeira incompatível com sua renda (cerca de R$ 1,2 milhão), como também teria repassado para a futura primeira-dama, Michele Bolsonaro cheques que somados dão mais de R$ 20 mil. Onyx Lorenzoni se irritou quando questionado sobre o assunto. Sérgio Moro, que comandará o Coaf no Ministério da Justiça, não quis falar sobre o tema. As explicações vieram do presidente e de seu filho, mas cercadas de mistérios.

Dentre as fileiras bolsonaristas que irão ocupar o Congresso, mais confusão. Joice Hasselmann, Major Olímpio e Eduardo Bolsonaro trocaram sopapos públicos nas redes sociais neste sexta. E tudo começou por causa da disputa pela liderança do partido na Câmara. Bolsonaro terá que ter paciência para acalmar os ânimos dos aliados antes que afundem o navio antes mesmo dele zarpar.

Em São Paulo, a maior novidade deve vir na segunda-feira. O ex-ministro Henrique Meirelles parece ter aceitado o cargo de comandar a Secretaria da Fazenda de João Doria no governo do Estado. Acompanhe também nossa live com os editores do BR18 comentando os principais acontecimentos da semana.

Quer saber mais? Receber as principais notícias do BR18 no seu e-mail? É só se cadastrar na nossa newsletter, na caixa que fica na coluna da direita aqui do site.

Você vai receber um e-mail por dia com os assuntos mais importantes sobre a política nacional.