Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Destaques do dia: Bolsonaro se livra dos convidados indesejáveis

Equipe BR Político

Jair Bolsonaro escapou de ter que receber convidados indesejáveis em sua festa. Mas não na de Réveillon. Nesta sexta-feira, 28, o PT  anunciou um “boicote” a posse do presidente eleito: nenhum dos parlamentares petistas estará presente na cerimônia. Melhor para Bolsonaro, que não deve ter ficado nem um pouco desolado com a notícia, pior para os petistas, que passam a imagem de maus perdedores e sinaliza uma oposição radical no Congresso. Já a presença do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, parece ter agradado bastante Bolsonaro. Em encontro no Rio, houve troca de afagos e o presidente eleito disse que Israel será mais do que um parceiro em seu governo, será “um irmão”.

Ainda nas relações familiares do presidente eleito, os negócios do ex-assessor de seu Flavio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, ficam cada vez mais suspeitos. Surgem montes de “bicos” feitos por Queiroz e fica a pergunta: seu trabalho no gabinete da Alerj não seria o verdadeiro “bico”? E situação esdrúxula em São Paulo: a decisão de Gilberto Kassab de pedir licença antes mesmo de assumir a Casa Civil de João Doria só reforça a ideia de que o que vale mesmo na nomeação é o acordo político. Aliás, Doria arrumou emprego em 2019 para mais um integrante do governo Temer. Nelson de Souza, atual presidente da Caixa Econômica Federal, vai comandar três empresas estatais em SP.

Quer saber mais? Receber as principais notícias do BR18 no seu e-mail? É só se cadastrar na nossa newsletter, na caixa que fica na coluna da direita aqui do site.

Você vai receber um e-mail por dia com os assuntos mais importantes sobre a política nacional.

Tudo o que sabemos sobre:

Newsletter