Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Diante de desgaste, governo tenta organizar Secom

Equipe BR Político

Diante do desgaste causado pelo envolvimento do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) no caso Coaf, o Palácio do Planalto tenta concluir a reestruturação da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) e faz anúncios de corte de verbas publicitárias. A crise envolvendo o filho do presidente Jair Bolsonaro, aumentou a cobrança de núcleos do governo sobre o secretário da Secom, Floriano Barbosa, para levantar uma agenda positiva que reanime a militância nas redes sociais.

Barbosa trabalha desde o período de transição nas mudanças na estrutura da Secom. Ele definiu que o órgão terá uma secretaria específica para fazer a articulação entre todas as assessorias de imprensa do governo. A meta é acabar com o “bate cabeça” entre secretários e ministros. Também estão previstas uma secretaria para o atendimento à imprensa e um grupo dentro da Secom para abastecer as redes sociais, informou o Estadão.