Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Diante de desgaste, governo tenta organizar Secom

Equipe BR Político

Diante do desgaste causado pelo envolvimento do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) no caso Coaf, o Palácio do Planalto tenta concluir a reestruturação da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) e faz anúncios de corte de verbas publicitárias. A crise envolvendo o filho do presidente Jair Bolsonaro, aumentou a cobrança de núcleos do governo sobre o secretário da Secom, Floriano Barbosa, para levantar uma agenda positiva que reanime a militância nas redes sociais.

Barbosa trabalha desde o período de transição nas mudanças na estrutura da Secom. Ele definiu que o órgão terá uma secretaria específica para fazer a articulação entre todas as assessorias de imprensa do governo. A meta é acabar com o “bate cabeça” entre secretários e ministros. Também estão previstas uma secretaria para o atendimento à imprensa e um grupo dentro da Secom para abastecer as redes sociais, informou o Estadão.