Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Diferença na verba por aluno varia até 7 vezes entre municípios

Equipe BR Político

A diferença no investimento por aluno chega a ser sete vezes menor entre cidades brasileiras. É o que indicam os dados do Anuário Brasileiro da Educação Básica 2019, divulgado nesta terça-feira, 25, pelo movimento Todos pela Educação em parceria com a editora Moderna. Segundo o relatório, o município com maior investimento por aluno em 2015 fica no Rio Grande do Sul e investiu cerca de R$ 19,5 mil para cada estudante naquele ano. Na outra ponta, uma cidade maranhense foi a que menos teve capacidade de investir em seus alunos: foram apenas R$ 2.900 para cada estudante naquele ano.

A disparidade no investimento se repete nos Estados. Enquanto São Paulo recebeu a maior média anual de recursos vinculados à educação por aluno, R$ 6.500, o Maranhão ficou com apenas R$ 3.500 por aluno em 2015. A distribuição de recursos para as redes de ensino da educação básica de todo o País acontece hoje por meio do Fundeb, fundo que reúne impostos de Estados e municípios. Em entrevista à Globonews, a presidente do Todos Pela Educação, Priscila Cruz, afirmou que esse problema de distribuição passa pela má combinação entre “investimento e gestão”.