Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Dino aposta na ‘intimidação sobre o Judiciário’ por Bolsonaro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Após a prisão do ex-assessor Fabrício Queiroz na manhã desta quinta-feira, 18, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), sugere que é provável que haja maior pressão por parte do presidente Jair Bolsonaro sobre o Judiciário.

Queiroz foi preso em Atibaia, no interior do São Paulo. Ele é ex-assessor parlamentar do gabinete do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), quando este era deputado estadual no Rio de Janeiro. Ele estava num imóvel do advogado de Flávio e não teria reagido.

“Com mais integrantes da facção de Bolsonaro presos, é provável que ele insista na intimidação sobre o Judiciário, usando a imagem das Forças Armadas. Espero que os comandos destas desautorizem o uso indevido. Queiroz, rachadinhas e fake news são assuntos judiciais, não militares”, escreveu Dino no Twitter.