Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Dino chama Bolsonaro de ‘desumano’ em meio a 300 mortes pelo coronavírus

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), chamou o presidente Jair Bolsonaro de “desumano” por ser incapaz, diz, de refletir sobre as mais de 300 mortes de brasileiros por causa do novo coronavírus. “Além de incompetente, Bolsonaro é desumano”, escreveu ele no Twitter nesta sexta, 3. “Bolsonaro tem hoje mais de trezentos brasileiros mortos por coronavírus na sua porta. E nem isso é capaz de fazê-lo refletir.”

O governador do Maranhão, Flávio Dino

O governador do Maranhão, Flávio Dino Foto: Gilson Teixeira/ Divulgação

Segundo dados de ontem do Ministério da Saúde, o número de mortes por coronavírus no Brasil era de 299, enquanto o balanço das secretárias estaduais da Saúde contabilizava 332 mortos. “É como se dois aviões caíssem no Brasil, matando todos os passageiros, e ele seguisse indiferente”, disse Dino. O Maranhão tem apenas um óbito pelo vírus e 81 casos confirmados, segundo governador.