Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Dino diz que Forças Armadas não podem estar ligadas à ‘facção extremista’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) usou o Twitter na noite de domingo, 12, para criticar a cúpula militar por sua reação aos comentários do ministro do STF Gilmar Mendes.

O governador do maranhão, Flávio Dino

O governador do Maranhão, Flávio Dino. Foto: Dida Sampaio/Estadão

No último sábado, 12, em live promovida pela revista Isto É, ao falar sobre a situação do Ministério da Saúde em meio à crise do novo coronavírus, Gilmar disse que “o Exército está se associando a esse genocídio”.

“A cúpula das Forças Armadas deve entender que uma instituição de ESTADO – que exerce monopólio de uso da força em nome da NAÇÃO – não pode estar atrelada ou subordinada a um lado da política brasileira. Pior quando se cuida de uma facção extremista e passageira”, escreveu Dino.