Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Dino não descarta adiar por mais tempo a volta das aulas presenciais no MA

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), deixou claro que, apesar de prever que as aulas presenciais nas escolas do Estado voltem no dia 15 de junho, essa data poderá ser alterada. Neste sexta-feira, ele editou um decreto colocando a data para o retorno, mas afirmou que isso só acontecerá caso existam “condições adequadas” em relação ao coronavírus.

O governador do maranhão, Flávio Dino

O governador do maranhão, Flávio Dino Foto: Dida Sampaio/Estadão

“Claro que desejo que todas as atividades educacionais possam ser retomadas. Daí a previsão. Mas também é óbvio que, se no dia 15 de junho, não houver condições adequadas, as aulas presenciais continuarão suspensas”, disse. O Maranhão foi o primeiro Estado brasileiro a adotar o “lockdown” na zona metropolitana de sua capital. Ao todo, são 30.482 casos confirmados e 911 mortes no Maranhão, segundo dados do governo estadual.

Tudo o que sabemos sobre:

Flávio DinoMaranhãocoronavírus