Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Dividir para conquistar

Vera Magalhães

O especialista em Previdência e consultor do Senado Pedro Nery, que ajudou a formular uma proposta de reforma do setor juntamente com Paulo Tafner e Armínio Fraga, opina, em entrevista ao Estadão, que fatiar a reforma e apostar antes dela na aprovação de pautas populares junto aos apoiadores de Jair Bolsonaro podem ser boas táticas, na linha “dividir para conquistar“. Isso ajudaria a dissipar a pressão contrária, diz ele.

Na minha coluna no último domingo tratei deste tema, e opinei que a dispersão de energia na fase inicial do governo, justamente quando ele é mais popular, poderia atrasar a aprovação da reforma. A estratégia de ataque é uma das principais controvérsias entre economistas e analistas políticos: resolvi escrever sobre isso justamente depois de a divergência ter ficado clara em painel sobre os desafios do governo no fórum Estadão/Ibre-FGV na semana passada. / V.M.